Cartas

Barulho na madrugadaReclamo do barulho da música ao vivo do Gretta Bar, na Rua Hélio Pelegrini, em Moema. Os moradores queixaram-se ao Psiu e até chamaram a polícia, pois ninguém consegue dormir ou ver TV aos finais de semana.FERNANDO PENTEADOSão PauloA Prefeitura responde:"Os fiscais do Psiu lá estiveram em 15/3, mas o bar estava fechado. Em 9/5, à 1h05, houve medição na casa, mas o ruído de fundo (barulho da rua) era equivalente ao do bar. O Psiu fará medição a partir da casa do leitor. Em junho, o bar foi multado em R$ 25 mil por excesso de ruído. Segundo a Subprefeitura da Vila Mariana, o local não tem licença para funcionar - o Termo de Consulta de Funcionamento foi deferido em abril. A partir daí, o bar teria prazo de 60 dias para protocolar o auto de licença de funcionamento."O leitor comenta:Em 8/6 a medição feita a partir de casa deu 78 decibéis. O bar foi atuado em R$ 25 mil, pagou a multa e continuou a funcionar. A Prefeitura responde:"O Psiu informa que, por ter funcionado irregularmente (sem isolamento acústico ou documentação), o bar recebeu duas multas, foi interditado em 3/7 e tem 60 dias para se regularizar. Se o prazo se esgotar e o bar continuar irregular, poderá ser lacrado."ANDREA MATARAZZO, secretário das SubprefeiturasO leitor informa "estar vivendo em paz", pois o bar está fechado "para reformas". Ele espera que seja para instalar proteção acústica.Mais desrespeitoA lavanderia HS, na Rua Umberto I, na Vila Mariana, é industrial e funciona por 24 horas. De madrugada ouço o barulho do maquinário, dos funcionários (que falam alto, jogam caixas, abrem e fecham portas) e até do caminhão-pipa que entrega água às 3 horas. Depois de várias queixas ao 156, fui à Subprefeitura da Vila Mariana, onde informaram que já havia uma reclamação contra o local, mas o processo aguarda uma decisão para que possam tomar as providências necessárias. Tentei marcar uma audiência com um dos assessores, mas o atendente disse que ele está com a agenda lotada de compromissos, mas que a empresa entrará em contato comigo assim que possível. Espero que seja logo, pois não durmo direito há anos. As peruas da lavanderia descarregam em qualquer dia e a qualquer hora, em fila dupla e na frente das portas das garagens. A construção foi erguida em 2000, em desacordo com a lei que diz que o recuo frontal tem de ser de 6 metros, com 3 metros de ambos os lados. O imóvel antigo, demolido em 2000, tinha metragem inferior à da atual construção. Como foi que eles conseguiram aprovar a planta e o habite-se? Na mesma rua há uma obra que foi embargada. Será que a fiscalização agiu igualmente nos dois casos? JULIO ABRAÃOSão Paulo A Sub da Vila Mariana responde:"A licença de funcionamento da Lavanderia HS perdeu a eficácia em razão das alterações físicas do imóvel e de utilização, ou seja, ela não está autorizada a funcionar como lavanderia industrial. Diante disso, iniciamos um processo de ação fiscal, que aguarda o fim do prazo de recurso, para efetuarmos a interdição e lacrar o estabelecimento." Há alguns anos, vendi o meu apartamento de Itanhaém por conta do barulho infernal de uma danceteria na Rua João Batista Leal. Mas agora estou com o mesmo problema no apartamento que comprei na Avenida Vicente de Carvalho, por causa da danceteria Boing Loco, que não tem isolamento acústico. Quem está no prédio para fazer turismo ou descansar, não consegue. Quem mora e tem de trabalhar, não dorme. No prédio há idosos, que também não têm respeitado o seu direito ao repouso. Os policiais que ficam na porta do local não impedem o som alto nem a gritaria. Existe um Termo de Ajustamento de Conduta, estabelecido em fevereiro, na 2.ª Vara Cível/Ação Civil Pública, que não é respeitado. A impressão que fica é que Itanhaém é terra de ninguém. Isso para alguns, já que o fato é de conhecimento geral.PEDRO GALUCHISão PauloA prefeitura de Itanhaém responde:"De acordo com a Secretaria Municipal da Fazenda, responsável pelo Departamento de Comércio, o local foi reaberto porque o proprietário, após fazer as adequações acústicas, entrou com liminar no Poder Judiciário, que lhe concedeu nova autorização de funcionamento."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.