Cartas

Corte de serviço Estamos com problema com a NET Fone, com a qual assinamos internet, TV a cabo e telefone. No dia 20/10 recebemos a visita de um técnico da empresa para retirar o modem, por inadimplência. Como não somos inadimplentes, não autorizamos. Cinco dias depois técnicos foram à nossa residência porque a NET reconheceu estar errada! Reinstalaram a internet e a TV a cabo. Em relação ao telefone, deram-nos um prazo de 24 horas para religá-lo. Ficamos sem telefone por 10 dias! Ligamos todos os dias na NET e sempre nos dão prazo de 24 horas para a reinstalação. A cada ligação um novo chamado é aberto e ninguém resolve o problema.GIOVANA KLEINUBING E RONALDO NOVOASão PauloA NET esclarece que no dia 10 de novembro confirmou que o sinal se encontrava normalizado. Colocamo-nos à disposição para quaisquer esclarecimentos adicionais. FERNANDA PICCABLOTTO, da Gestão de Clientes da NET-SP. ESCLARECIMENTO: Em relação à carta publicada ontem (A Carteira de Trabalho sumiu), peço retratação e escusas. Por falha na comunicação em mensagens deixadas no escritório da sra. Maria Stela Vavassori, e não retornadas à família, pensamos que o documento de meu tio havia se extraviado ou teria sido retirado por terceiros da Agência do INSS do Brás - o que não ocorreu. Em contato com a filha do sr. Aristides Isquierdo Fernandes, Ana Paula Isquierdo, a situação foi esclarecida. De qualquer modo, o processo encontra-se em andamento. MÔNICA F. DIASSão PauloAprendendo o quê?Destaco o lado positivo do programa Aprendendo com Saúde, da Secretaria Municipal da Saúde, localizado na Rua Mairinque, na Vila Clementino. Mas os ônibus que levam esses profissionais a várias regiões da cidade chegam por volta das 7h45 e estacionam ao longo da rua, inclusive em frente das garagens. Funcionários deixam seus equipamentos ao longo da calçada. Ao serem interpelados pelos transeuntes, dizem para andarmos no meio da rua. Questiono o sucesso desse programa feito por pessoas que acredito não estarem preparadas para atender a população. DENISE TEIXEIRA DIOGOSão PauloA Secretaria Municipal da Saúde esclarece que não há mais acúmulo de ônibus na Rua Mairinque, pois o embarque passou a ser feito por escala, mediante chamada por rádio. A CET delimitou três vagas com cones para embarque e desembarque dos ônibus, fará a delimitação no chão e colocará uma placa para informar os horários de embarque e desembarque.A leitora comenta: Agradeço as providências que começaram a ser tomadas, mas a situação ainda não foi normalizada.Contrato Sem Parar Fui abordada por vendedores do Sem Parar no posto de pedágio da Imigrantes, em 27/8, oferecendo o serviço Passa Fácil. As condições eram que o aparelho de registro seria grudado no pára-brisas de meu carro por um período experimental de 30 dias, sem nenhum custo. Se dentro desse prazo eu desistisse do serviço, bastaria ir a um posto Passa Fácil e pedir sua retirada. Caso eu não desistisse, seria cobrada taxa de adesão de R$ 56, válida por 5 anos, mais R$ 10 por mês, independentemente do custo do pedágio utilizado. Ultrapassando o número de 10 passagens ao mês pelo pedágio, a taxa mensal cairia para R$ 5. Decidi aderir. Antes do término dos primeiros 30 dias, já foi feita cobrança em meu cartão de crédito. Qual não foi minha surpresa quando, no mês seguinte, recebi outra cobrança no mesmo valor. A fatura emitida registra também o valor da mensalidade um pouco acima do que me foi exposto quando assinei o contrato. Eles admitiram falha na cobrança, porém, ao tentar acertar as contas, disseram que estou com crédito, a ser utilizado quando eu quiser. Mas quero o depósito em minha conta corrente de tudo o que me foi cobrado a mais, com as devidas correções. Responderam que estão analisando internamente a questão.OLGA SÉRVULO DA CUNHASantosO Grupo STP esclarece que oferece duas formas de pagamento: débito em conta corrente ou cartão de crédito. No caso, a sra. Olga optou pelo cartão de crédito, em que é efetuado lançamento de R$ 50 como crédito antecipado para utilização em pedágios e estacionamentos. A adesão e as mensalidades só são cobradas após o período de experimentação. Todas as condições envolvidas na forma de pagamento por meio do cartão de crédito estão claramente definidas no contrato e foram esclarecidas à cliente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.