Cartas

Presente de aniversárioFiz 40 anos em setembro e não me preocupei em renovar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no prazo, achando que não teria problema, já que ela só estaria vencida. Para minha surpresa minha carteira foi cassada, de acordo com o Detran, pois existe uma resolução do Contran determinando que, após 30 dias do vencimento, o motorista deve procurar seus direitos ou tirar nova carta. Após 22 anos dirigindo, acredito ser um bom motorista, ganhei esse presente de aniversário do Detran? Efeito arrecadatório? Pode ser. Uma carta hoje custa em torno de R$ 700 e no começo do ano que vem, cerca de R$ 1 mil. Milhares de motoristas, taxistas, caminhoneiros e pessoas que dependem de veículo estão na clandestinidade por causa de uma resolução arbitrária dos nossos representantes. O Detran alega que os motoristas devem fazer requerimento e que ele seria deferido. Mentira, pois menos de 1% está sendo deferido.RONALDO MANICASão PauloA assessoria de Comunicação do Detran-SP informa que, como bem destacou o sr. Manica, a Resolução 276 foi editada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e seus efeitos atingem condutores cadastrados em todos os Detrans e Ciretrans do Brasil. Diz ainda que não sabe a razão de o cidadão não ter renovado ou recadastrado a CNH no prazo estipulado em lei, porém, caso ele tenha argumentos que justifiquem a não renovação, pode entrar com recurso no órgão de trânsito de cadastro, solicitando autorização para obter a renovação. Para se informar sobre como proceder, o leitor pode consultar o site do Detran: www.detran.sp.gov.brIncompetênciaSou assinante de uma linha da Telefônica e estou tentando transferi-la desde 23/10, pois mudei de endereço. Após inúmeros telefonemas à empresa, esperas intermináveis por números de protocolo, que não servem para nada, a linha permanece ligada no endereço antigo e, pior, estou pagando por possíveis ligações que estejam sendo feitas a partir dela. No início de novembro fiquei sabendo que houve pedido de cancelamento da linha, mas não pedi nada! Como cancelar um serviço que eu aguardo há semanas? Fica, além da revolta, a indignação de parecer mentirosa, já que no sistema da Telefônica não consta nenhuma informação. Dizem que há gravação das ligações por segurança, então por que tanta ineficiência? Por que tenho de repetir sempre todo o meu problema?ANA LÚCIA CAPELARI LAHÓZSão PauloA Telefônica informou que já fez a mudança de endereço com o número solicitado pela sra. Ana Lúcia.A leitora contesta: A instalação do telefone foi feita em 8/11, porém os problemas ainda perduram, afinal, a instalação foi feita com um novo número, e não no meu antigo, conforme solicitei desde o primeiro contato. Continuo lutando para ter de volta o meu número antigo. Estou cansada de tanta incompetência dessa empresa, de ficar esperando ao telefone e de abrir protocolos. Até hoje aguardo uma solução. Espero que em breve a Telefônica consiga resolver meu problema! Cliente tem de esperarComprei passagens aéreas da TAM por telefone no dia 4/10 parceladas no cartão de crédito. Dias depois cancelei a compra e pedi reembolso. Ao fazer o cancelamento, a TAM me informou que o prazo de reembolso seria de 30 dias. Mas já se passou esse período e nada. O site da empresa apenas informa que minha solicitação está sendo processada. Liguei para a Central de Atendimento, que me passou outro telefone para contato, mas ninguém atende - fiquei 20 minutos ouvindo uma gravação; da segunda vez, uma hora e meia. Acho um absurdo o prazo de 30 dias, e a TAM ainda atrasa! E é inadmissível não conseguir falar com ninguém da empresa!SILVIA C. FREITAS M. C. ARNDTSão PauloA TAM informa que o reembolso da sra. Silvia foi solicitado à sua administradora de cartão de crédito em 12/11 e deve estar disponível na próxima fatura. De acordo com portaria da Agência Nacional de Aviação Civil, o prazo máximo para reembolso é de 30 dias a partir da data do pedido, a não ser quando a forma de pagamento for cartão de crédito, que está sujeito a procedimentos internos para o lançamento do valor em fatura. CARLA DIEGUEZ, gerente de Comunicação CorporativaA leitora contesta: A TAM diz ter 30 dias de prazo, e a administradora do cartão também informou ter 30 dias. Enquanto isso as parcelas vão sendo cobradas na fatura do meu cartão. O cancelamento solicitado à TAM, em 8/10, só será confirmado pela administradora a partir do dia 12/12, ou seja, 65 dias após a solicitação do cancelamento!

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.