Cartas

Perigo no ParaísoA confluência das Ruas Vergueiro, Domingos de Moraes e Bernardino de Campos é conhecida como um local perigoso, com assaltos diários, e nada é feito. No local há duas saídas da Estação do Metrô Paraíso. Não há iluminação suficiente e muito menos policiamento. Conheço várias pessoas que foram assaltadas no local. No dia 13 de janeiro sofri uma tentativa de assalto às 20h30, dentro do carro. O assaltante estava armado. Não é possível que nossos governantes nada façam!FABIANA DE PAULA PIRESSão PauloA Polícia Militar do Estado de São Paulo, em relação ao policiamento na região do bairro Paraíso, informa que em seu planejamento operacional procura analisar os indicadores criminais para direcionar os recursos humanos e materiais de maneira eficiente e eficaz. E que, por meio da 2.ª Companhia do 12.º Batalhão de Policia Militar Metropolitano (BPMM), está atenta ao problema relatado e que intensificará o policiamento na região com o objetivo de prevenir ocorrências desse tipo. A comunidade pode auxiliar a polícia por meio do Disque PM (0800-0555190), do Disque Denúncia (181), do Fale Conosco (www.polmil.sp.gov.br) e, em caso de emergência, entrar em contato pelo telefone 190. A leitora responde: Repito o alerta, conheço várias pessoas, inclusive parentes, que foram assaltadas à mão armada na região. Todos que por ali passam diariamente ou sistematicamente sabem dos perigos. Por que não instalar uma base móvel da polícia, como em tantos outros lugares, para melhorar a segurança do local? Por que a Prefeitura não melhora a iluminação na região? Reféns da NETOs serviços da NET continuam de mal a pior. No dia 3 de janeiro cancelei o Net Fone, dentro de um pacote de TV, Vírtua, NETfone contratado em outubro de 2007. Em 10 de janeiro, ao constatar que boa parte dos canais da minha lista de assinatura saiu do ar, entrei em contato com a empresa para saber as razões do problema. Soube que o contrato havia sido cancelado na sua totalidade e que deveria aguardar uma ligação de outra área de atendimento nas próximas 24 horas. Como até 11 janeiro não recebi nenhum contato, comecei uma nova peregrinação pelo atendimento da operadora. Para encurtar a história, uma visita foi agendada para o dia 13 de janeiro, entre 8 e 12 horas, mas os técnicos não apareceram. Fiz outro contato e a empresa marcou para as 13h30, mas nada. Devo ligar novamente para a NET? Difícil é pensar como tais serviços nos custam, não somente em valores monetários. Triste é constatar que nada melhorou durante anos, que continuamos reféns de tais empresas (pelas conversas sobre o assunto, de nada adianta mudar de operadora) para desfrutar de alguns outros programas na televisão. Desolador é não ter para quem reclamar e obter sucesso num curto espaço de tempo e, pior ainda, é saber que, para tais serviços, ou desserviços, campeia a impunidade e que eles continuarão a ganhar mais e mais espaço nos lares brasileiros.PEDRO AGUIAR São PauloFernanda Piccablotto, da Gestão de Clientes da NET São Paulo, informa ter entrado em contato com o sr. Aguiar no dia 20 de janeiro, ter esclarecido sobre os pacotes de programação e efetuado a correção no cadastro.O leitor comenta: O problema agora foi solucionado. Na verdade, era muito simples de resolver e seria totalmente dispensável passar por quase 20 dias estressantes. Estou cansado de ficar esperando pelos técnicos da NET. Marquei uma visita técnica para o dia 8/1, no período noturno, em que o técnico poderia chegar entre 18 e 22 horas. Cheguei em casa no horário estipulado e fiquei aguardando. O técnico não apareceu. Liguei para a central de atendimento, que me informou que não poderia fazer nada. Indignado, mas precisando resolver o problema da minha TV a cabo, agendei nova visita para 13/1, no mesmo período. Mais uma vez aguardei o técnico e ele não apareceu. Será que vale a pena agendar uma terceira vez e correr novamente o risco de ficar esperando à toa? Já que a NET cobra uma taxa de serviço toda a vez que o cliente marca uma visita, não estou eu no direito de cobrar duas vezes esse valor, uma vez que fiquei esperando por duas vezes? Peço ajuda à Coluna para conseguir finalmente a mínima prestação de serviço da NET a um cliente que paga mensalmente na data correta a fatura da TV a cabo, internet e telefone. MARCOS BEDENDOSão PauloFernanda Piccablotto, da Gestão de Clientes da NET São Paulo, diz que a empresa entrou em contato com o leitor no dia 21 de janeiro e que o sistema foi normalizado.As cartas devem ser enviadas para spreclama.estado@grupoestado.com.br, pelo fax 3856-2940 ou para Av. Engenheiro Caetano Álvares, 55, 6.º andar, CEP 02598-900, com nome, endereço, RG e telefone, e podem ser resumidas. Cartas sem esses dados serão desconsideradas. Respostas não publicadas são enviadas diretamente aos leitores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.