Cartas

Descuido nas viasFiz reclamação há mais de um mês e não tive resposta da Subprefeitura da Vila Mariana. A falta de pintura de sinalização de solo (faixas divisórias de pistas, faixas de pedestres, etc.) no bairro é notória, prejudicando motoristas e pedestres. Na rua em que moro, das Rosas, em toda a sua extensão as faixas simplesmente desapareceram. Na Rua Domingos de Morais o caos é o mesmo, piorando no encontro com a Avenida Paulista, na Praça Oswaldo Cruz, onde as faixas de separação das pistas são desencontradas e os ônibus abusam da falta de fiscalização! No caso da Rua das Rosas, já fiz reclamação à subprefeitura, à qual mandei cópia deste e-mail, e que, dando resposta evasiva, orientou que eu próprio fizesse uma queixa à CET, que seria o órgão competente para a solução. Espero que, com o auxílio da Coluna, eu consiga uma solução, pois, se depender da "boa vontade" de nossos órgãos oficiais, vejo que ficarei a ver navios.JOSÉ EDUARDO CHOCAIRASão PauloAdele Nabhan, do Departamento de Imprensa da CET, informa que a CET está elaborando um projeto de sinalização para a Rua das Rosas, pelo qual todos os locais onde as faixas de pedestres estão desgastadas serão ressinalizados, inclusive o cruzamento com a Rua Casemiro da Rocha. Para a Rua Bernardino de Campos também existe um projeto de implantação de sinalização de solo, cuja execução será priorizada pela Companhia.O leitor contesta: Até agora nada foi feito. Nós, moradores, já estamos nos cotizando para comprar tinta e pintar as faixas do nosso jeito e da cor que desejarmos!Passagem seguraQueria saber da empresa CCR - Rodoanel qual a razão de não instalar uma passagem do Sem Parar na última cancela da esquerda da praça de pedágio localizada no Rodoanel, no sentido Castelo, próximo à saída para a BR-116. É perigoso e fora de propósito a colocação de duas passagens do Sem Parar somente do lado direito, forçando os usuários do sistema que vêm de outras rodovias a cruzar com os veículos que não o usam. Quando a empresa vai corrigir esse erro? EDUARDO CAMPOSSão PauloA Assessoria de Comunicação do Rodoanel informa que, para proporcionar maior conforto aos clientes, já está elaborando o projeto de construção das pistas AVI (pedágio eletrônico) também do lado esquerdo da praça. A previsão é disponibilizá-las ainda no final deste ano.Quanto ao entrelaçamento de tráfego, informa que há espaço suficiente para que a acomodação do tráfego ocorra sem riscos de acidentes, pois foram seguidas todas as normas técnicas pertinentes ao assunto. Leis só para algunsFazer leis é fácil. Difícil é cumpri-las. Por isso é que estamos cheios delas, e quase nada funciona. A lei que "obrigou" as empresas a dar um atendimento humanamente digno em seus call centers pode estar em vigor, mas o atendimento continua o mesmo! Tentem ligar para a Telefônica, por exemplo, pelo 103-15, para pedir um conserto em seu serviço de banda larga para internet, o famigerado Speedy. Provavelmente vão ficar aguardando horas até que a linha caia. Em seguida, liguem dizendo que desejam adquirir um Speedy. O atendimento será instantâneo, mas basta confessar que você só disse isso para enganar o sistema de reconhecimento de frases para a linha cair ou ser direcionado para aquela mesma linha de espera de antes... Meses atrás fiquei 23 dias sem internet e só fui atendido após dezenas de ligações, horas de espera e incontáveis promessas nunca cumpridas. Depois, mais 10 dias sem internet e a mesma maratona. No início de março, outro dia sem internet e quatro ligações sem atendimento. Para minha alegria, a conexão voltou, sozinha, tão misteriosamente como havia desaparecido, o que me permitiu escrever este e-mail. Ou seja: no que tange à Telefônica, a lei não adiantou para nada. FERNANDO DEL CORSOAmparoEsclarecimento: Com relação à carta do sr. Fábio L. Campos (Calor no Metrô, 9/3), a Companhia do Metropolitano de São Paulo - Metrô informa que a licitação para reforma de 98 trens está em sua fase final. A instalação de ar-condicionado está incluída nesta renovação em todos os trens das Linhas 1-Azul e 3-Vermelha. Ainda este ano, começarão a entrar em operação comercial 16 novos trens, com ar-condicionado, na Linha 2-Verde. Como parte do Plano de Expansão dos Transportes Metropolitanos, outros 17 novos trens, também com sistema de refrigeração, nas linhas 1-Azul e 3-Vermelha, entrarão em operação até dezembro de 2010. ELIEL CARDOSO, coordenador de Comunicação o da Secretaria dos Transportes Metropolitanos

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.