Cartas

Problemas com cobrançaJá fui algumas vezes à agência da Sabesp para reclamar da cobrança de abastecimento, já que estão me cobrando por nove suítes, mas tenho quatro quitinetes. A Prefeitura mandou um técnico por solicitação da Sabesp, que constatou e aferiu que aqui são quatro residências! Mandei um e-mail para o superintende da empresa, com documentos anexados, inclusive para a ouvidoria, mas até agora nada! Devolveram apenas uma parte do dinheiro das cobranças indevidas. Aguardo a devolução dos créditos em contas futuras e a retificação definitiva da conta! Estou cansando de ter de pagar cinco vezes mais pelo serviço! ANDRÉ CAMPAGNOLI BALLARIOSão PauloO superintendente da Unidade de Negócio Sul, Roberval Tavares de Souza, informa que, em três vistorias executadas pela empresa nos dias 16/8, 4/9 e 17/10, foi verificado que no endereço citado funciona um hotel. Ao todo são nove quartos, todos com banheiro individual. Em outubro de 2008, o cadastro foi alterado para comércio, conforme as vistorias citadas. No entanto, atendendo à solicitação do cliente, no mês de janeiro deste ano, provisoriamente, enquanto o caso era submetido novamente à análise da Subprefeitura de Santo Amaro, efetuou-se a alteração do cadastro para residência. Sendo assim, fundamentada em seu procedimento comercial e Decreto n.º 41.446, parágrafo único, a Sabesp considera procedente manter o cadastro do imóvel como comércio, em razão dos fatos apurados nas vistorias, devidamente registrados em fotos. Acrescenta que pesquisas realizadas na internet mostram anúncios de serviços de pousada para esse endereço. Registro difícilHá mais de um ano o Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de São Paulo (Crea-SP) diz que vai cadastrar a escola onde eu me formei em técnico em Eletrônica. No começo deste ano, quase perdi o emprego pela falta desse documento. A solução de meus empregadores foi me contratar como auxiliar técnico, o que diminui meu salário e atrapalha meu crescimento profissional, pois não posso assumir responsabilidades como técnico. Funcionários dos Recursos Humanos da empresa estão me cobrando, pois não existe o cargo de auxiliar na área em que trabalho e há um ano prometi entregar o número de meu registro no Crea-SP. Eles me deram mais um prazo para eu obtê-lo ou não terá jeito... No Conselho, dizem que receberei o registro em abril ou em maio, mas já recebi outros prazos que não foram cumpridos.WALDIR LEONEL DOS SANTOSSão PauloO Crea-SP não respondeu.Mundo dos NETs, não!Em novembro recebi uma ligação da NET oferecendo um pacote com TV por assinatura, telefone e internet de 3Mb por um valor bem menor do que pagava a outra empresa pelo mesmo serviço. Aceitei, cancelei o telefone e a internet da outra empresa e, após alguns dias incomunicável, talvez semanas, vieram instalar o NET Combo. Percebi que a internet estava bastante lenta e ao ligar para o suporte técnico descobri que o pacote contemplava internet de 100 kbps! Liguei para o atendimento ao cliente e fui informada de que provavelmente a agência contratada para vender em nome da NET tinha cometido um erro. Pelo SAC, a atendente me aconselhou a transferir o plano para o chamado Perfil 43 Individual, que teria internet de 3Mb. Mas ao confirmar o interesse, a funcionária disse que não tinha como fazer esse "upgrade". Assim fica fácil para a NET. Contrata uma empresa para fazer as vendas, essa empresa vende por um preço "x" um pacotão que, depois de instalado, a NET diz não existir e os clientes precisam se conformar e aceitar um pacotinho de nada pelo mesmo preço. O pior é que, como tudo é negociado por telefone, não existe nenhum contrato formal. Achei melhor deixar assim, até receber a fatura com valor superior ao combinado. Liguei diversas vezes no número gratuito da NET e não consegui ser atendida. No 4004-7777, soube que o valor a mais na conta era um "ajuste proporcional". Como o valor era pequeno, paguei. Agora recebi a segunda fatura e, desta vez, com quase R$ 50 a mais! Depois de analisar cada detalhe da conta, liguei para a NET e soube que se tratava de taxa de transferência de plano. Mas na conta não há nada sobre isso. E há uma ligação de 38 minutos que, no primeiro momento, me assustou, já que em casa usamos o telefone por, no máximo, 10 minutos, até ver que era o 4004-7777. O mundo dos NETs é um inferno!CECILIA MAISCHSão PauloFernanda Piccablotto, da Gestão de Clientes da NET São Paulo, esclarece que a empresa providenciou as correções no cadastro da sra. Cecília e encaminhou segunda via da fatura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.