Cartas

Por uma cidade mais limpaO serviço de coleta de lixo no Itaim Bibi não está à altura de uma cidade com a importância de São Paulo. Atualmente, o lixo é deixado nas calçadas em sacos plásticos. Aqueles que têm algum interesse em catar objetos e buscam encontrar algo que tenha algum valor de venda, frequentemente, violam os sacos de lixo e deixam o restante do conteúdo espalhado na calçada. Cidades menores, que não são capitais, adotam a colocação dos sacos de lixo em carrinhos de fibra com tampa e rodas. Esses carrinhos, com capacidade para cerca de meia dúzia de sacos de 100 litros, têm configuração que permite seu acoplamento ao caminhão de coleta. Dessa maneira, os garis manobram os carrinhos facilmente e os prendem (dois de cada vez) ao caminhão coletor mecanicamente. Os carrinhos são virados e o conteúdo cai dentro da caçamba do caminhão. A coleta é feita de forma rápida e limpa. Se houver coordenação de horário entre a colocação dos carrinhos nas calçadas e a passagem do caminhão coletor, a operação será ainda mais eficiente.SÉRGIO BRESCIANISão PauloEduardo Biazi, da Assessoria de Imprensa da Secretaria Municipal de Serviços, esclarece que o departamento de fiscalização do Limpurb entrou em contato com o leitor sr. Bresciani e, juntamente com o fiscal da concessionária, informou ao munícipe que está previsto no contrato de concessão a coleta mecanizada. Informa que o plano de trabalho foi aprovado recentemente, após estudos da região, e que o departamento fez uma vistoria que não constatou nenhuma irregularidade referente à coleta domiciliar. Respingo de sujeiraA Prefeitura continua lavando o trecho entre o Largo do Paiçandu e a Praça do Correio num horário inconveniente. No início da noite, o fluxo dos trabalhadores que pegam condução é enorme e eles ficam molhados com os respingos de água imunda por causa da potência das mangueiras. A administração só lava o local uma vez por dia e sempre antes das 22 horas porque, segundo funcionários, não quer pagar adicional noturno. HAROLDO LOPESSão PauloO secretário das Subprefeituras, Andrea Matarazzo, informa que a Subprefeitura da Sé lava diariamente centenas de ruas, praças, escadarias, monumentos históricos e locais onde há feiras livres. É feita uma logística de horários e divisão das equipes que trabalham com os caminhões-pipa, encarregados de lavar esses logradouros públicos. O Largo do Paiçandu e a Praça do Correio são lavados à noite por causa do grande fluxo de pedestres. De fato não faz parte da rotina que eles sejam lavados várias vezes ao dia, mas, se for constatada a necessidade, uma outra lavagem é feita no período da manhã. Os funcionários responsáveis por manusear as mangueiras serão orientados para evitar que os jatos de água molhem os pedestres. O leitor comenta: É humilhante ver as pessoas terem no rosto respingos daquela água imunda. Os funcionários não têm culpa, são cuidadosos, o problema é de quem estabeleceu esse horário. Quem paga a conta. Sou obrigado a tomar medicamento de uso contínuo e, no início deste ano, ao saber que grandes redes de farmácias estavam comercializando os remédios do programa Farmácia Popular resolvi experimentá-lo. Iniciei pagando R$ 0,68 por uma caixa de remédio que custava quase R$ 7. Com o aumento dos medicamentos, em abril paguei R$ 0,83. Um mês depois, fui comprar o mesmo remédio e, apesar de ele custar os mesmos R$ 8,32, o preço no programa subiu para R$ 2,92, um aumento de 351, 81%. Como ninguém faz milagres, alguém tinha de pagar pelas gracinhas que Lula faz com automóveis, geladeiras, fogões e outros. Mas logo os doentes deste Brasil? MAURÍCIO LIMASão PauloA NET dá trabalhoTive problema com o sinal da NET, que travou o decodificador. Após vários telefonemas ao atendimento ao cliente, marcaram uma visita técnica. No dia 5, por volta das 14 horas, o técnico examinou decodificador e disse que não havia problemas, mas continuou sem poder mudar de canal com o controle remoto. Chamei o técnico de novo e ele disse que o problema não era da sua área. Ao retornar a ligação à NET, a atendente informou que em uma hora outra equipe estaria no endereço para resolver o problema. Duas horas depois, nada. Liguei e soube que a visita estava marcada para o dia 9 de maio, ou seja, 4 dias depois!CLAUDIO ALMEIDASão PauloA NET esclarece que trocou o controle remoto no dia 15 e que o sinal está normalizado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.