Cartas

Inspeção Veicular No dia 30 de junho tentei agendar a inspeção veicular do meu carro. Moro na Freguesia do Ó e verifiquei no site da Controlar que na zona norte não há posto de inspeção. Dessa forma, tentei agendar em outro local mais perto de casa, na zona oeste, mas só havia vaga para o dia 3 de setembro e meu prazo vence no dia 31 de julho. Entrei em contato com uma funcionária da Controlar, que me informou que realmente não havia vaga e que não poderia fazer um encaixe. Também me informou que, se eu deixasse para fazer a inspeção em setembro, seria por minha conta e risco, pois poderia ser parado em uma blitz e receber uma multa. Terei, então, que me deslocar até um posto do outro lado da cidade para fazer a inspeção. Fica aqui registrada minha indignação! LEANDRO LEME São Paulo A assessora de Comunicação da Controlar, Marisa de França, esclarece que a liberação das vagas nos Centros de Inspeção é planejada e acompanha a demanda de acordo com a projeção da quantidade de veículos que deverá passar pelos centros em cada período. Seguindo o planejamento, esclarece, a partir do dia 17 de julho novas vagas foram disponibilizadas no Centro de Inspeção Barra Funda e, a partir do dia 23 deste mês, também no Centro de Inspeção do Jaguaré, ambos na zona oeste da cidade, totalizando mais de 11 mil novas vagas até o final de agosto. Informa ainda que entraram em operação esta semana dois novos Centros de Inspeção Veicular, ambos localizados na Rua Alexandre Aliperti 351, na Água Funda. Os dois centros novos têm capacidade para realizar 43.200 inspeções por mês. Dez meses depois Um modem para acesso ao Speedy foi enviado à residência de minha mãe, sem prévia solicitação, em setembro de 2008. Ela tem 91 anos e não há nenhum computador em sua casa. Solicitei pela Central de Relacionamento a devolução do equipamento. Na fatura do mês de novembro, houve uma cobrança de R$ 175,50 referentes à mensalidade do Speedy. Entreguei o modem intacto numa loja da Telefônica. Uma funcionária prometeu que o valor debitado seria devolvido como crédito nas faturas seguintes. Mas até hoje isso não ocorreu. ALEXANDER RAZOOK Ribeirão Preto A Telefônica informa que o serviço mencionado pelo sr. Razook já foi cancelado e que o cliente receberá o crédito na conta de julho. Haja paciência Desde 1.º de julho entro em contato com a Comgás para solicitar a ligação de gás em meu novo apartamento. Apesar de as atendentes serem atenciosas, elas são despreparadas, pois não é possível fazer uma ligação que dure menos que 30 minutos. Elas sempre informam que o prazo é de 24 horas para ligar o gás e que tenho de aguardar a confirmação pelo telefone. Recebi duas ligações solicitando a confirmação de informações já fornecidas. Depois pedem para eu aguardar e a ligação cai ou o sistema para de funcionar. Não é possível falar com supervisores pelo telefone e as queixas por e-mail não são respondidas. Já tenho cinco números de protocolos. Até quando teremos de suportar essa falta de respeito? OSVAIR GRANDINO São Paulo Bete Akemi, da Ouvidoria da Comgás, informa que o cliente foi atendido no dia 10 de julho. Esclarece que a empresa está implantando um novo sistema informatizado de atendimento e de faturamento, que vai melhorar a qualidade dos serviços aos clientes. Esclarecimento: Com relação à carta do leitor sr. Alberto Nunes (16/7), sobre quais são as 17 estações de trem reformadas, a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) esclarece que, desde 2007, já foram entregues 9 novas estações - Autódromo, Jurubatuba, Grajaú, Primavera-Interlagos, USP Leste, Comendador Ermelino, Itaim Paulista, Jardim Helena-Vila Mara e Jardim Romano. E que estão sendo reformadas as estações Villa Lobos-Jaguaré, Cidade Universitária e Ceasa, na Linha 9-Esmeralda (Osasco-Grajaú). A CPTM diz que autorizou outras 11 obras, que incluem reformas e construções de novas estações nas diversas linhas, como a Estação Tamanduateí, na linha 10-Turquesa (Luz-Rio Grande da Serra), que será integrada à futura extensão da Linha 2-Verde do Metrô. Foram adquiridos 60 trens, dos quais 12 já estão em operação na Linha 9 - Esmeralda, além da reforma de 28 composições das Linhas 11-Coral e 12-Safira (Brás-Calmon Viana). No trecho de Amador Bueno a Itapevi, da Linha 8-Diamante, as paradas serão reformadas, a partir de 2010, transformando-se em estações. A via será alargada para permitir a circulação de trens mais modernos e que circulam em outras linhas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.