Cartas

Carta 19.097 Sugestão de trânsito aceita Proibiram o retorno que havia na Avenida Ibirapuera com a Rua Borges Lagoa enquanto faziam obras na avenida, em uma mudança que causou muitos transtornos para os motoristas que trafegam no sentido bairro e precisam voltar pela Avenida Ibirapuera, ou para quem precisa ir para as Ruas Ipê e Leopoldo de Bulhões. Agora temos de trafegar mais 1,25 km, subindo a Borges Lagoa e descendo a Pedro de Toledo, para voltar para a avenida no sentido desejado. Por causa das obras na Borges Lagoa, o retorno é permitido (a placa de proibição está coberta) como alternativa de desvio e o trânsito flui bem. Peço que os responsáveis verifiquem se não seria possível manter essa permissão após o final da obra, pois a medida traria economia de tempo e combustível para quem fizesse o trajeto. NELCI FLAMÍNIO Vila Ana Rosa A CET responde: "Elaboramos projeto que prevê a instalação de sinalização vertical na Avenida Ibirapuera e também proibirá a manobra de retorno de ônibus e caminhões, sentido bairro, na altura da Rua Borges Lagoa. O retorno será permitido apenas para veículos de passeio e motocicletas, conforme sugere a leitora." ROBERTO SCARINGELLA Presidente Para sua informação: O Código de Trânsito Brasileiro, no seu art.72, diz que o cidadão pode sugerir alterações nas normas e na legislação do CTB. Os órgãos e entidades do Sistema Nacional de Trânsito têm dever de analisar o pedido e responder ao cidadão se será possível atendê-lo ou não (art.73). Carta 19.098 Uso indevido de rua A Av. dos Bandeirantes se transforma em pista de corrida por volta das 5 hs, quando os caminhões usam suas quatro pistas. O quarteirão da Rua Princesa Isabel entre Rua Edison e Gabriele D?Annunzio tem mão única no sentido da Roberto Marinho, mas muitos motoristas ignoram a sinalização e sobem na contramão para a Vieira de Morais, sem contar os carros que param em fila dupla na Paschoal Paes. A fiscalização esporádica de nada adiante, já que o problema é constante. MAURO RIBEIRO GAMERO Capital A CET responde: "Nossos agentes são orientados a fazer a autuação quando encontram veículos estacionados em fila dupla. Nossas equipes fazem fiscalizações periódicas no local. Fiscalizamos a Rua Paschoal Paes em 22/6, das 8h15 às 10 hs, não constatando irregularidades. A Av. dos Bandeirantes é fiscalizada com radares fotográficos ao longo de toda a rua. Eles operam 24 hs/dia, multando quem pratica abusos como os relatados. Na vistoria na Rua Princesa Isabel, constatou-se reserva irregular de vagas de estacionamento, com cones, pelos comerciantes. Os cones foram recolhidos ao Centro Operacional. Inserimos o local no cronograma de fiscalização para coibir a reserva irregular de vagas e assim contribuir para a fluidez do trânsito." ROBERTO SCARINGELLA Presidente O leitor comenta: O problema é diário, bastando circular pela avenida entre 4h30 e 6 hs para constatá-lo. A fiscalização eletrônica deve ser boa apenas para a CET, não para nós. Se a CET multa quem estaciona em fila dupla na Paschoal Paes, devem ser poucos, porque se os motoristas tivessem medo de ser multados não haveria tanto abuso. Transitar na contramão pela Princesa Isabel, entre Rua Edison e Gabriele D?Annunzio, é comum pela manhã. Os motoristas (principalmente quem mora nos prédios existentes no trecho) ignoram a sinalização e sobem na contramão em direção à Vieira de Morais. As infrações que vejo no trajeto casa-trabalho não diminuíram. Carta 19.099 Congestionamento Na Av. N. Sra. do Sabará há semáforos nos cruzamentos com as transversais (Sgto. Geraldo Santana, Av. Eng. Alberto de Zagotis e Rua Sócrates). Na hora do rush da manhã (sentido Sto. Amaro) e da tarde (sentido Pedreira), a avenida fica congestionada nesses cruzamentos, enquanto as transversais estão livres. Por que a CET não altera o tempo do sinal verde ou sincroniza os semáforos? CARLOS HORIE Vila Campo Grande A CET responde: "Em 20/8, vistoriamos os semáforos da avenida, verificando que os controladores de tempo dos semáforos estavam com falhas. Resolvemos o caso acertando a programação de tempo dos faróis. Continuaremos a monitorar o trânsito local, intervindo,quando preciso, para evitar transtornos."

O Estadao de S.Paulo

07 Setembro 2016 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.