Cartas

Carta 19.216 Falta de gás em casa Não tenho como cozinhar, nem tomar banho, devido a um problema na instalação de gás de casa. Uma empresa cadastrada pela Comgás fez um reparo no domingo, dia 14, às 12 horas, mas ainda aguardo a religação do gás porque eles ?não fecharam a ordem de serviço?. Só hoje, dia 16, eu soube que nenhum funcionário da Comgás virá verificar o reparo. E apesar de finalmente terem fechado a ordem, tenho de telefonar e esperar pela religação. Já telefonei várias vezes, e a resposta é sempre igual: ninguém pode apressar o fechamento da ordem porque só o setor responsável pode fazê-lo. Também não consigo falar com um supervisor ou com alguém que possa resolver o caso mais depressa. Um absurdo, ficar à mercê da ineficiente burocracia, sem que um serviço vital de que necessitamos seja fornecido. THAIS ROMOLI TAVARES Santa Cecília A Comgás responde: "No dia 17, restabelecemos o fornecimento de gás interrompido em função de um vazamento localizado na tubulação interna da casa da leitora. Nosso horário de atendimento é de 2.ª a 6.ª feira, das 8 às 17 hs." BETE AKEMI Ouvidora PARA SUA INFORMAÇÃO: As empresas distribuidoras de gás têm o dever legal de deixar disponíveis a todos os consumidores apoio, orientação e assistência técnica especializada, além de um sistema de teleatendimento disponível 24 horas (inclusive em feriados), para o consumidor obter informações sobre situações de emergência, como vazamentos, como também programação e reprogramação de visitas técnicas periódicas, para avaliação das condições de segurança do sistema. Carta 19.217 Bem da comunidade No domingo 7/10 fui ao CEU Cidade Dutra com amigos e pedi autorização para ir à quadra jogar voleibol, mas fui ?convidada a me retirar?. Fui então à administração esportiva, mas o coordenador a quem pedi autorização para ficar no local foi muito grosseiro. Daí ele foi à quadra e pediu a carteirinha de mais duas pessoas que lá estavam. Uma delas estava com a carteira de outra pessoa mas ele não checou a foto. Como é que um ?ditador de regras? pode agira assim? Acredito que, para serem respeitadas, as normas devem ser claras. Não fizeram os CEUs para proporcionar bem-estar, esporte e lazer para a população? Sou cidadã, pago impostos e mereço ser tratada com educação e respeito. YARA NASCIMENTO Capital O CEU Cid. Dutra responde: "Temos como dever zelar pelo bom atendimento, mas há normas que devem ser seguidas para que possamos conduzir o trabalho de maneira satisfatória. No caso do ginásio de esportes, a norma, para jogar, é mostrar a carteirinha, para que haja organização, segurança, formação de times e rotatividade entre os usuários, garantindo eqüidade no atendimento à comunidade. Esse procedimento é o mais adequado, julgando o número de usuários que por vezes atingimos. Lamentamos e pedimos desculpas pelo ocorrido e também agradecemos as críticas, porque com a participação e colaboração dos usuários podemos crescer e aprimorar o nosso trabalho, em busca da satisfação de todos." IDALINA NOGUEIRA DE QUEIROZ Gestora substituta Carta 19.218 Monopólio de linha A Viação Cometa não respeita os direitos do consumidor. Fiz uma compra por telefone, no dia 3/7, de passagens de ida e volta para o trecho São Paulo-Juiz de Fora-São Paulo, para os dias 6 e 9. Cancelei em tempo hábil, no dia 4, mas a Cometa está protelando o reembolso desde agosto (carta do dia 7). Eles alegam que não há meios de localizar o protocolo, porque transferiram o call center de São Paulo para Campinas. Estou indignada com a falta de respeito da empresa. O pior é que o cliente fica de mãos atadas, porque a Viação Cometa detém o monopólio da linha São Paulo- Juiz de Fora. DANIELA C. SOUZA Capital A Viação Cometa responde: "Solucionamos o assunto satisfatoriamente. Cancelamos a venda em 18/9 e reembolsamos a cliente no valor de R$ 204." Em 25/6 fui operado no Hospital Professor Edmundo Vasconcelos e me sinto no dever de registrar o excelente atendimento que recebi. Agradeço ao dr. Orlando Monteiro Júnior e sua valorosa equipe, e ao dr. Alberto Luiz Monteiro Meyer, que me assistiu após a cirurgia - sem esquecer a equipe de enfermagem do 5.º andar e todo o grupo de recepcionistas. HAMILCAR MARQUES Capital

O Estadao de S.Paulo

30 Outubro 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.