Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Casa Cor ganha na Justiça e continua obras

A juíza Isabel Modesto Almada, da 10.ª Vara da Fazenda Pública, negou hoje liminar que pretendia a imediata paralisação das obras de reforma da Casa Cor, na Avenida Faria Lima, mediante a cassação de Alvará de Autorização expedido pelo Contru em 21 de julho último.A decisão foi proferida numa ação popular proposta pelo administrador de empresas Marcelo Roberto Barros de Moraes Rego Reis, proprietário de imóvel vizinho à Casa Cor, em zona estritamente residencial (Z-1). Ele alega que o álvara em questão apenas autoriza a realização do evento Casa Cor 2004, inexistindo alvará de execução, indispensável para realizar as obras de reforma. O advogado Paulo Esteves, que assina a ação popular, informou que vai recorrer ao Tribunal de Justiça.

Agencia Estado,

25 de agosto de 2004 | 17h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.