Casa de Detenção: 30 reféns são libertados

Um caminhão da Tropa de Choque da Polícia Militar acabou de deixar um dos pavilhões da Casa de Detenção de São Paulo, na zona norte da capital paulista. No interior do veículo estavam pelo menos 30 pessoas, todos familiares de presos, que foram liberados pelos detentos. Ainda não há informações sobre qual o destino destas pessoas, que saíram pelo portão principal do Complexo do Carandiru fazendo sinais positivos para as pessoas que aguardavam do lado de fora do complexo à espera de notícias.Essa é a maior rebelião da história do sistema carcerário brasileiro. Cerca de 25% dos detentos do Estado de São Paulo, sob orientação do Primeiro Comando da Capital (PCC), desafiaram as autoridades e fizeram cerca de 10 mil pessoas reféns, entre elas carcereiros e familiares. O governo confirmou oito mortes nos locais onde houve o motim. Ainda existem cerca de 5 mil reféns na Casa de Detenção, que faz parte do Complexo Carandiru. As negociações, que foram interrompidas, serão retomadas hoje de manhã, pelo secretário da Segurança Pública, Marco Vinicio Petreluzzi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.