Casa de Detenção será desativada em um ano

O governador Geraldo Alckmin (PSDB), vai anunciar hoje o projeto completo de desativação da Casa de Detenção do Complexo Carandiru em São Paulo. O anúncio será feito pelo governador, pelo ministro José Gregori e pelo secretário da Administração Penitenciária, Nagashi Furukawa. A data já está estabelecida: março de 2002, quando está prevista a finalização da transferência dos mais 7 mil presos que ainda se encontram na Casa de Detenção. O projeto prevê a desocupação de outros setores do Complexo Carandiru com a liberação de mais de 200 mil metros quadrados da área. Ficarão mantidas no complexo a Penitenciária do Estado, a Penitenciária Feminina, o Hospital Central Penitenciário, a Escola Penitenciária e as oficinas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.