Casal acusado de fornecer droga em escolas é preso em SP

O desempregado Adriano Ramalho Toledo, de 25 anos, e sua namorada Alessandra do Couto, de 23 anos, foram presos em flagrante na manhã desta sexta-feira em Taubaté, no Vale do Paraíba, com 114 pedras de crack. O acusado, que tinha passagem pela polícia por tráfico de drogas, se identificou como "Adriano do PCC". O apelido também estava escrito no visor de seu celular. Na casa onde o casal foi preso, na Vila Nogueira, a polícia encontrou material utilizado para pesar e embalar a droga. De acordo com a polícia, Adriano e Alessandra aliciavam menores para fazer a entrega de crack e maconha na porta de algumas escolas de Taubaté. "Segundo as investigações, eles comandavam um grupo de menores que fornecia drogas para estudantes na porta das escolas", contou o delegado, Juarez Toti, titular da Dise (Delegacia de Investigação Sobre Entorpecente).

Agencia Estado,

06 Junho 2003 | 15h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.