Casal de estudantes é morto na periferia de Bauru

Serão sepultados nesta sexta-feira os estudantes de Direito Gabriel Penna, de 20 anos, e Marilene Pinto, de 19. Os dois namoravam há um ano e foram encontrados mortos, com tiros na cabeça, por volta das 4 horas da madrugada desta quinta-feira, no interior do automóvel da mãe dela, que estava estacionado próximo à caixa d´água da Quinta da Bela Olinda, bairro da periferia bauruense. Gabriel estava no banco dianteiro direito, e Marilene no banco traseiro do veículo. Além dos corpos, a polícia também encontrou no carro um revólver calibre 32 sem balas e uma porção de maconha. Também havia um pequena porção da droga na bolsa de Marilene, encontrada a poucos metros de distância do veículo. Foram encontradas no local cápsulas detonadas, de arma calibre 38. O delegado José Jorge Cárdia aguarda os exames de resíduos e outras averiguações para concluir se o casal foi vítima de latrocínio, de homicídio ou se cometeu suicídio. Gabriel é neto do jornalista Oswaldo Penna, que há décadas mantém uma revista na cidade, e sobrinho do ex-vereador Oswaldo Penna Júnior. A morte trágica dele e da namorada acentua o medo da população quanto à insegurança.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.