Polícia Federal/Divulgação
Polícia Federal/Divulgação

Casal de idosos é preso por contrabando de diamantes em Minas

Belga de 70 anos e israelense de 64 foram flagrados no Aeroporto de Confins

Marcelo Portela, O Estado de S. Paulo

25 de junho de 2013 | 15h48

BELO HORIZONTE - Um casal de idosos estrangeiros foi preso em flagrante pela Polícia Federal (PF) no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte, acusado de contrabando de diamantes. O belga Michel Hammel, de 70 anos, e a israelense Schoshana Handfuchs, de 64, foram flagrados ao tentar deixar o País com grandes quantidades da pedra escondidos no absorvente íntimo e dentro do corpo da mulher.

A prisão ocorreu na segunda-feira, 24. De acordo com a PF, uma agente desconfiou de Schoshana, que estava muito nervosa no momento de embarque. Uma revista pessoal revelou que a suspeita levava 102 gramas de diamantes brutos escondidos no absorvente íntimo. Além disso, agentes encontraram na bagagem do casal grande quantidade de preservativos e um tubo de gel lubrificante.

Os dois foram levados para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII (HPS), em Belo Horizonte, onde foram submetidos a exames. E uma radiografia revelou que havia mais dois pacotes de diamantes feitos com os preservativos e escondidos no reto da mulher.

O casal foi autuado por contrabando e crime contra o patrimônio da União, cujas penas, somadas, podem resultar em até 13 anos de prisão. Os suspeitos podem ser processados ainda por lavagem de dinheiro. De acordo com a PF, o casal esteve junto no Brasil em meados de abril, o que levanta a suspeita de que já haviam cometido o crime outras vezes e de que Belo Horizonte integra uma rota internacional de contrabando de diamantes. Em Minas Gerais há o chamado Circuito dos Diamantes, composto por 12 municípios produtores da pedra localizados nas regiões central, do Vale do Jequitinhonha e metropolitana da capital.

Tudo o que sabemos sobre:
Contrabandodiamantes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.