Casal é detido na Bahia acusado de comprar bebê por R$ 5 mil

Adoção ilegal é crime com pena prevista de 2 a 4 anos de prisão

TIAGO DÉCIMO, O Estado de S. Paulo

31 Janeiro 2015 | 12h26

SALVADOR - Um casal de Feira de Santana (BA), cidade a 110 quilômetros de Salvador, foi detido nessa sexta-feira acusado de comprar, por R$ 5 mil, um bebê de 8 dias nascido em Fortaleza (CE).

Segundo a polícia, o crime foi descoberto por meio de denúncia anônima. Hailton Chagas, de 39 anos, e Nocília Rocha, de 40 foram flagrados com a criança e, primeiramente, tentaram argumentar que ela havia sido abandonada na porta de sua casa. De acordo com a delegada encarregada do caso, Klaudine Passos Silva, porém, o casal acabou se contradizendo em depoimento e confessou ter pagado pelo bebê. A mãe biológica, que também seria natural de Feira de Santana, ainda não foi localizada.

De acordo com a delegada, Hailton e Nocília contaram no depoimento que haviam contatado "alguns intermediadores" para poder adotar uma criança e que não chegou a conversar diretamente com a mãe do bebê.

Eles podem ser indiciados por adoção ilegal, crime com pena prevista de dois a quatro anos de prisão. De acordo com a delegada, a polícia também vai investigar a atuação dos supostos intermediadores citados pelo casal.

Mais conteúdo sobre:
Adoção Feira de Santana

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.