Casal morre após despencar do 21º andar de prédio no centro do Rio

Vítimas brigaram antes de cair de uma sala comercial na Avenida Rio Branco, no fim da noite de segunda-feir

O Estado de S. Paulo,

23 de outubro de 2012 | 16h48

RIO DE JANEIRO - Um casal morreu após cair de uma sala comercial no 21º andar de um edifício na Avenida Rio Branco, no centro do Rio, no fim da noite de segunda-feira, 22. Peritos criminais encontraram sinais de luta corporal e algumas marcas de sangue no imóvel. Porém, não conseguiram determinar quem caiu primeiro e puxou o outro. Segundo a Polícia Civil, não há indícios de que havia outra pessoa além do casal dentro da sala 2121 no momento da queda.

As vítimas foram identificadas como a advogada Adriana Maria Ribeiro Portes, de 44 anos, e Fernando Amanso da Silva, de 45. Eles seriam namorados. Vizinhos disseram a policiais militares que estiveram no local que, antes da queda, ouviram os dois brigando. Também foram ouvidos gritos de socorro vindos da sala. Os corpos foram encontrados na área interna do edifício, em cima da sobreloja. O prédio possui 629 salas e dez lojas.

O delegado Leonardo Affonso, da 5ª Delegacia de Polícia (Lapa), disse que Fernando já havia sido preso em janeiro deste ano após Adriana registrar uma queixa de agressão contra ele na 28ª DP (Campinho). O homem foi solto após pagar fiança.

Tudo o que sabemos sobre:
Avenida Rio BrancoRio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.