Casal nega crimes em depoimento aos policiais federais

A Polícia Federal informou que, em depoimento, Roberto Peixoto e sua mulher, Luciana, negaram envolvimento em fraudes. O casal ocupa celas separadas na Custódia da PF em São Paulo, onde, à noite, receberam cobertores e toalhas. Peixoto está tenso. Luciana, inconformada. O secretário de Governo em Taubaté, Adair Loredo, foi categórico: "O prefeito nunca praticou qualquer ato para prejudicar a investigação, jamais intimidou testemunhas". "Formalmente, (Peixoto) não sabia sequer do inquérito. Fomos surpreendidos. O dr. Peixoto jamais praticou irregularidade, os contratos obedeceram rigorosamente a Lei de Licitações." Loredo destacou que o edital para merendas foi elaborado sob fiscalização do Ministério Público. Ele rechaça a denúncia de Fernando Gigli. "É um desafeto político do dr. Peixoto." O casal tentou derrubar a ordem de prisão com pedido de reconsideração, que foi negado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.