Casal tenta resgatar filho do presídio

Um casal foi surpreendido pela Polícia Militar quando tentava ajudar o filho a fugir do Presídio Magalhães Noronha, o Pemano de Tremembé, no Vale do Paraíba, por volta das 10 horas da manhã de hoje. José de Souza e Maria Alves de Souza estavam atrás da penitenciária, num veículo Fiorino. Eles vieram de São Paulo, para levar o filho, mas acabaram tendo que prestar depoimento na delegacia e podem ser indiciados por facilitação de fuga.O plano de resgate não deu certo. Para a polícia, eles contaram que queriam salvar o filho das ameaças de alguns membros do PCC (Primeiro Comando da Capital). Quando o filho, Marco Aurélio Alves de Souza, tentava pular o alambrado foi visto pelos agentes penitenciários. Ele responde por roubo a mão armada. Não conseguiu pular, foi detido pela polícia, antes de entrar no carro dos pais. Por este motivo, os pais não ficaram presos, já que o crime não foi consumado. TransferênciaHoje, por volta das 11 horas, um caminhão blindado chegou à Casa de Custódia de Taubaté, trazendo cerca de 20 detentos do complexo do Carandiru, de São Paulo. Alguns policiais, de um grupo de onze homens que faziam a escolta confirmaram a transferência e disseram que os presos "fazem parte da liderança do PCC". Os transferidos foram escoltados por 11 homens em quatro viaturas da Polícia Militar. A direção da Casa de Custódia não foi localizada para comentar o assunto. Segundo funcionários que atenderam ao telefone, ninguém podia dar nenhuma informação sobre a transferência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.