Casas do Jardim Pantanal exibem fachadas coloridas em projeto-piloto

As casinhas com reboco aparente do Jardim Pantanal, um lugar praticamente esquecido na zona leste de São Paulo, também estão aos poucos mudando. E, igualmente aos poucos, tentando se integrar à paisagem da cidade. Com projeto do arquiteto Ruy Ohtake, 300 casas da região tiveram as fachadas pintadas no primeiro semestre deste ano, dando um novo colorido à região. Ao todo, mais 5 mil imóveis do bairro farão parte do projeto, que deverá ser estendido para conjuntos habitacionais da Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano (CDHU) e para outras áreas de assentamento da Grande São Paulo. Ontem, o governador José Serra (PSDB) e o secretário da Habitação e presidente da CDHU, Lair Krähenbühl, entregaram 6.372 moradias do Conjunto Vila Jacuí B2, no Jardim Pantanal, com um investimento total de R$ 21 milhões. "O que nós realmente estamos fazendo é transformar o Jardim Pantanal em um bairro", disse Serra. "Até 2007, 4.832 famílias foram beneficiadas, seja por meio de moradia ou de lote urbanizado. Nesta etapa, serão beneficiadas 3.500 famílias. Até o fim do ano que vem, serão 8.340, atendendo o total da região." A revitalização do Jardim Pantanal é um projeto-piloto da CDHU, desenvolvido em uma área de cerca de 900 mil metros quadrados, que prevê ainda diversas obras de urbanização, como implementação de redes de água, esgoto e energia elétrica. Além de acabar com o cinza da região, o processo de pintura das casas também tenta trazer um pouco mais de cidadania para os moradores - uma das bases do projeto é a participação total da comunidade, desde a escolha de cores entre as opções sugeridas por Ruy Ohtake até o trabalho da pintura.R.B.

, O Estadao de S.Paulo

07 Julho 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.