Caseiro diz que foi pressionado a confessar morte dos Staheli

Em depoimento a defensores públicos, o caseiro Jossiel Conceição dos Santos, de 20 anos, principal suspeito do assassinato do casal norte-americano Todd e Michelle Staheli, apresentou sua quinta versão para o caso. Santos, que já confessou publicamente o crime, voltou atrás mais uma vez e disse ter sido torturado pela polícia. Ele alegou que, no dia em que foi preso, um policial colocou uma lata de lixo e depois um saco em sua cabeça para obrigá-lo a confessar aautoria dos homicídios. Santos conversou com os defensores por duas horas no fórum do Rio. A chefia da Polícia Civil negou que Santos tenhasofrido qualquer agressão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.