Caseiro morto, cápsulas alinhadas ao lado, mulher vendo TV

O caseiro Sílvio Ricardo Gomes, de 23 anos, foi assassinado na madrugada desta quinta-feira no bairro do Ivoturucaia, na zona rural de Jundiaí. Quando a policial militar Tânia Lengelfelder chegou na residênciada avenida das Palmeiras, 685, encontrou a mulher da vítima, Michele Aparecida Rufino, de 15 anos, sentada na cama, ao lado do corpo, assistindo televisão. Michele está grávida de 4 meses do caseiro morto. Ela contou aos policiais que estava dormindo ao lado do marido, quando aporta da frente de sua casa foi arrombada por um homem estranho, que chegou e perguntou se era a "casa do Silvio". Ao confirmar a informação, o desconhecido descarregou o revólver, disparando 11 vezes. Michele contou que saiu de casa em seguida e pediu ajuda a parentes, que ligaram para o 190 e depois voltou para casa e esperou ao lado do corpo do marido. Os projéteis deflagrados ficaram "alinhados" ao lado do corpo e Michele disse não ter sido ela quem alinhou. Muito menos sabe quem matou o marido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.