Caso Chang: ex-diretor do Ary Franco é preso

O major PM Luiz Gustavo Matias Silva, ex-diretor do presídio Ary Franco, em Água Santa, já está preso na sede do batalhão de choque da PM, no Centro. Matias e todos os outros acusados de prática de tortura contra o comerciante chinês Chan Kim Chang tiveram suas prisões pedidas pelo Ministério Público Federal hoje pela manhã. O MPF ofereceu denúncia contra os envolvidos no caso. três presos e três agentes penitenciários foram denunciados pelo crime de tortura; quatro agentes pelo crime de omissão e o major denunciado por falsidade ideológica, omissão no crime de tortura e favorecimento pessoal. As informações são do site da Globo News.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.