Caso do menino João Hélio, no Rio, chocou o País

Em 7 de fevereiro do ano passado, a morte do menino João Hélio Vietes, de 6 anos, arrastado por 7 quilômetros pelas ruas do Rio, chocou o Brasil. A mãe do garoto, Rosa Cristina Fernandes, foi abordada em seu carro por bandidos, na zona norte da cidade. Ela e a filha Aline conseguiram sair do carro, mas João Hélio ficou preso ao cinto de segurança. Os criminosos arrastaram o menino, apesar dos protestos de quem passava pelo local.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.