Caso Eliza: Mulher e filha de Bola depõem hoje em Minas

Amigo de Bruno fez exame de corpo de delito nesta quinta, alegando que teria sofrido agressão dentro de viatura que o levou do presídio em Contagem para BH

Solange Spigliatti, do estadão.com.br

23 de julho de 2010 | 10h11

SÃO PAULO - A mulher e uma filha de Marcos Aparecido dos Santos, conhecido como Bola, vão depor na manhã desta sexta-feira, 23, no Departamento de Investigações (DI), em Belo Horizonte.

 

Veja também:

linkPromotor afirma que menor participou do sequestro de Eliza

linkVídeo de Bruno em avião foi feito por investigador, diz polícia

linkMacarrão não sofreu agressão da polícia, indica laudo

linkDivulgação de vídeo derruba duas delegadas

linkAdvogado de Bruno acredita que Eliza está viva

 

Segundo o advogado de Bola, Zanone Oliveira, elas foram intimidas pela polícia civil a prestar depoimento, marcado para as 10 horas. Elas terão o direito de não responder às perguntas, de acordo com Zanone.

 

Exame

Na noite de quarta-feira, 21, Bola fez exame de corpo de delito, após a juíza da Vara do Tribunal do Júri de Contagem, Marixa Fabiane Lopes Rodrigues, deferir o pedido dos advogados. O laudo ainda não foi entregue aos advogados, segundo Zanone.

 

Bola teria sido empurrado dentro de uma viatura que faz o transporte dos presos entre o presídio Nelson Hungria, em Contagem, e o DI, na capital mineira. Ao bater a cabeça, Bola teria quebrado um dente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.