AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Caso Ivandel: seqüestrador diz que jornalista foi morto

Apontado como um dos maiores seqüestradores do Estado, Miguel José dos Santos, conhecido como ´Juninho´, confessou nesta segunda-feira, 29, ter participado do seqüestro do jornalista Ivandel Godinho Junior, em 22 de outubro de 2003. Juninho foi preso no último sábado, 27, em Itanhaém, no Litoral Sul de São Paulo. Ele confirmou, também nesta segunda, que o jornalista foi assassinado por um de seus comparsas pouco depois do seqüestro. Até hoje, o crime não foi esclarecido.Além de Juninho, a polícia já havia prendido, em janeiro do ano passado, dois rapazes e um adolescente também acusados de envolvimento no caso Ivandel. O crimeGodinho foi retirado de dentro de um táxi, em plena Avenida Faria Lima, na zona sul de São Paulo, e levado na garupa de uma motocicleta. Ele estava em companhia de uma funcionária de sua agência de comunicação e foi rendido com uma arma apontada para a cabeça. Segundo testemunhas, os criminosos sabiam quem estavam atacando. Os seqüestradores fizeram contato até janeiro de 2004, ocasião em que a família pagou o resgate de US$ 40 mil.SuspeitasEm janeiro de 2005, três homens foram presos, acusados de participarem do seqüestro do jornalista. Eles teriam afirmado à polícia que Godinho tinha sido assassinado e que o corpo havia sido queimado e enterrado num terreno baldio, na região sul da cidade. Ainda no início de 2005, uma ossada foi encontrada num campo de futebol no Jardim Antonieta, zona sul. Havia suspeitas de que os ossos eram de Ivandel, mas os exames de DNA não comprovaram. Policiais da 6ª Delegacia Seccional (sul) chegaram à ossada após prender Fabiano Pavan Prado, 31 anos, Wilson Morais Silva, 20 anos, e um adolescente. Os três apontaram outro parceiro, identificado como Sidney Correia, o Sidnelson, como um dos mentores do seqüestro de Ivandel Godinho. O outro mentor seria Juninho. Ele teria feito uma entrega na casa do jornalista e, depois disso, planejado o seqüestro.

Agencia Estado,

29 de maio de 2006 | 18h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.