Castrado voluntariamente, David deixa a prisão

Depois de se decidir voluntariamente pela castração, David Wayne Jones, de 33 anos, conseguiu finalmente a liberdade - sua pena por molestar 40 crianças fora aumentada por causa de uma nova denúncia. Ele saiu da prisão ontem.David tornou-se obrigatoriamente qualificado para a soltura depois de ter prestado 13 anos de uma sentença de 15 anos. Ele deveria ser solto em março, mas foi imediatamente transferido para outro cela quando promotores apresentaram uma nova acusação de assalto sexual contra ele. Como as anteriores, originou-se do abuso de uma criança quando David trabalhava na ACM de Dallas, como conselheiro para acampamentos.Seus advogados apelaram com sucesso, argumentando que os promotores violaram leis de julgamento rápido ao quase nada fazerem para prosseguir com a nova denúncia ? que foi apresentada em 2001 ? até que David estivesse prestes a ser solto. Num acordo com a acusação, David declarara-se culpado de abuso em 1991. Depois de anos de terapia e de uma castração recente, David assegura que não é mais um pedófilo e está pronto para a liberdade. Os pais das vítimas de David dizem acreditar que ele está mentindo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.