CCJ aprova projeto que libera insulfilm mais escuro

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou na quarta-feira, 11, um projeto que altera a atual legislação sobre o uso de película (mais conhecida como insulfilm) nos veículos. Pelo novo projeto, a aplicação do material de proteção contra raios solares nas áreas envidraçadas dos veículos será permitida desde que sejam observados os seguintes parâmetros na aplicação da película: percentual de luz que atravessa o conjunto vidro-película não inferior a 70% no pará-brisa, 28% nos vidros laterais dianteiros e 15% nos demais vidros. Todos os veículos que usam as películas em suas áreas envidraçadas deverão possuir espelhos retrovisores externos, direito e esquerdo. Pela legislação ainda em vigor, a transparência do pára-brisa, vidros laterais dianteiros e traseiros devem ter uma transparência de 75%, 70% e 50%, respectivamente. Rigor O relator da matéria, senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE), lembra que a atual legislação é mais rigorosa com relação às regras de utilização da película em veículos. Para Valadares, a redução nos parâmetros não oferece risco à segurança do trânsito e ainda constitui medida de proteção aos ocupantes dos veículos. ´Afinal, quanto menos visível estiver o cidadão no interior do veículo, menos vulnerável à ação dos bandidos que atuam no trânsito das grandes cidades brasileiras´, justificou Valadares. O projeto deverá, ainda, passar por votação no plenário do Senado.

Agencia Estado,

12 Abril 2007 | 00h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.