CCJ aprova promoção de Vinicius de Moraes

ANISTIA

, O Estadao de S.Paulo

19 de março de 2010 | 00h00

Quase 30 anos após sua morte, o poeta Vinicius de Moraes (foto) será promovido post mortem a ministro de primeira classe do Itamaraty. Diplomata de carreira, ele foi exonerado do cargo de primeiro-secretário em 1968 na ditadura militar. Numa iniciativa do Executivo, a matéria foi votada pela CCJ do Senado e depende de votação em plenário para ir a sanção presidencial. A pensão paga aos dependentes do poeta será adequada ao novo cargo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.