Célio de Castro segue sem previsão de alta

O prefeito de Belo Horizonte, Célio de Castro (PT), de 69 anos, continua sem previsão de alta do Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Hospital Mater Dei, em Belo Horizonte, onde se recupera de um derrame e de uma cirurgia no cérebro. Os médicos também não fazem qualquer previsão sobre possíveis seqüelas físicas ou neurológicas, mas se dizem otimistas com a evolução do paciente. Na semana passada, o neurocirurgião Guilherme Cabral disse que a recuperação pode levar, no mínimo, dois meses. Célio, que ficou em coma induzido por seis dias, está consciente, respira sem aparelhos e já responde a estímulos sensoriais e verbais. Boletim divulgado no final da manhã informa que uma tomografia realizada no prefeito mostrou resultado "compatível com o atual estágio do seu quadro neurológico". Novo informe da equipe do Mater Dei só será feito na segunda-feira. Também hoje, familiares de Célio, que fazem plantão no hospital, receberam a visita do prefeito de Goiânia, Pedro Wilson (PT), que foi levar sua solidariedade ao colega de Belo Horizonte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.