Celulares são bloqueados perto de presídio em Campo Grande

Todos os celulares dentro e nas proximidades do complexo penitenciário de Campo Grande foram bloqueados nesta terça-feira, 30, e ficarão assim pelos próximos 30 dias. A medida entrou em vigor nesta manhã, quando usuários perceberam que, na tentativa de contato, a ligação era imediatamente direcionada para a caixa de mensagens.O bloqueio segue determinação do juiz da 1ª Vara de Execução Penal de Campo Grande, Francisco Gerardo de Souza, exigindo também o desligamento dos orelhões instalados no complexo, que compreende o Estabelecimento Penal de Segurança Máxima, o Instituto Penal de Campo Grande, o Presídio de Trânsito e o Centro de Triagem. Moradores de três bairros vizinhos à área bloqueada estão reclamando a falta de sinais nos celulares. A Agência Nacional de Telecomunicação ainda não calculou o número de usuários prejudicados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.