AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Cemitério de São Carlos desapropria túmulos para ter espaço

Por falta de espaço, o Cemitério Nossa Senhora do Carmo, de São Carlos, na região de Ribeirão Preto, está desapropriando cerca de 300 túmulos para serem reutilizados. O número chegava a cerca de 450, mas 150 das famílias responderam a um edital publicado em outubro de 2003, que solicitava melhorias nos túmulos, que não recebiam cuidados havia muitos anos.Desde janeiro, cerca de 120 túmulos já foram desapropriados e os ossos destes foram transferidos para um ossuário geral, em gavetas, com embalagens lacradas e identificados, no próprio cemitério.O administrador do cemitério, Paulo Roberto Damin, disse que talvez nem seja necessário desapropriar os outros 180 túmulos, pois uma nova área para sepulturas deverá ser inaugurada até o começo de 2005.A desapropriação ocorreu porque os túmulos foram abandonados por familiares ou porque eram muito antigos. Também o espaço, com o tempo, tornou-se escasso para os novos jazigos.

Agencia Estado,

18 de outubro de 2004 | 16h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.