Central Park tem roteiro VIP no celular

Ao estilo dos audioguias, celebridades dão dicas e contam histórias por telefone em 40 locais do parque

Robert Caplin, O Estadao de S.Paulo

27 de junho de 2009 | 00h00

Numa adaptação dos audioguias disponíveis em grandes museus ao redor do mundo, dúzias de celebridades americanas começaram a oferecer visitas guiadas aos pontos de maior destaque do Central Park - e por intermédio do telefone celular. As visitas são uma mistura de curiosidades, memórias pessoais e muita história: Yoko Ono, por exemplo, apresenta o jardim de Strawberry Fields, batizado a partir de uma música dos Beatles para homenagear seu marido, John Lennon.Jimmy Fallon fala sobre o North Meadow, um dos campos onde os elencos de Sex and the City e Law and Order jogaram bola. Whoopi Goldberg fala sobre o rinque de patinação Wollman, onde ela aprendeu a patinar no gelo. "Há muito tempo queríamos fazer algo desse tipo, mas o desafio estava na tecnologia", disse Douglas Blonsky, presidente do Grupo de Conservação do Central Park, que administra o parque, de acordo com o contrato firmado com a cidade. A logística envolvendo a locação, acompanhamento e devolução de cada audioguia era considerada um obstáculo. Mas os telefones celulares, agora que todos os trazem consigo, apareceram como uma solução natural para o problema. O grupo de conservação marcou 40 locais do parque com placas verdes e um número de telefone - (646) 862-0997 - com um menu de opções para cada ponto de destaque. "Com isso, o visitante não precisa parecer um turista", disse Blonsky. "Você pode fingir que está simplesmente falando ao telefone."ROTEIRONa lista de alguns dos lugares destacados e seus respectivos narradores estão a Ravina, por David Copperfield; a Ponte do Arco, por Julia Louis-Dreyfus; as Águas do Conservatório, por Glenn Close; a Fábrica de Laticínios, por Danny Meyer; o Teatro Delacorte, por Anne Hathaway; o Grande Gramado, por Alec Baldwin; e as quadras de tênis, por John McEnroe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.