CENTRAL PLAZA: Atração extra

Talco no salão: aulas de dança fazem sucesso entre os maiores de 50 anos. Farinha na cozinha: para todas as idades, existem cursos de culinária Do forró ao feng shui, tem de tudo um pouco na estratégia do shopping da Vila Prudente para atrair mais público. A grade variada de cursos, todos grátis, do Central Plaza, atende a diferentes idades. Na chamada melhor delas, os maiores de 50 anos têm aulas de dança divididas em módulos por ritmos, cada um com dois meses de duração. Também há práticas orientadas de exercícios como pilates e ioga, além de temas como culinária baiana e ervas medicinais. Outra boa iniciativa é a feira do livro, organizada anualmente em uma parceria entre a Livraria Nobel, que mantém uma unidade no centro de compras, e o governo do Estado. Mas quem vai até lá ?apenas? para fazer compras, encontra uma grande variedade de lojas de departamento, entre elas Wal Mart, C&A, Casas Pernambucanas, Riachuelo, Renner, Lojas Americanas, Marabraz, Casas Bahia e Magazine Luiza. Na parte de lazer, as dez salas de cinema são um trunfo, mas a melhor notícia é que o shopping tem a maior tela para projeção da rede Cinemark do país. Fundação: 30/9/1999 Área: 185.000m2Lojas: 240Salas de cinema: 10Vagas: 4.500Estacionamento: grátis3 Av. Dr. Francisco Mesquita, 1.000, V. Prudente, 2066-4422. 10h/22h (dom. e fer., 14h/20h). www.centralplazashopping.com.brUm brilho sóQuem passa pela Avenida do Estado e vê o Central Plaza se impressiona com seu tamanho. Por dentro, o que mais chama a atenção é a limpeza de seus corredores, que chegam a brilhar. Bem sinalizados, tornam o percurso agradável. Belas artesNão é comum encontrar espaços dedicados às artes plásticas em shoppings. No Central Plaza, o Átrium Cultural cumpre esse papel, sempre com exposições. Leitor solidárioUma ação interessante que ocorre durante a feira do livro é o incentivo à doação de exemplares, que são recolhidos e depois enviados para escolas públicas.

, O Estadao de S.Paulo

30 de abril de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.