Central telefônica usada pelo PCC é desmontada em Bauru

A Polícia Civil de Bauru apreendeu dois telefones fixos e cinco celulares de uma central telefônica que funcionava numa casa da Vila Santista, na periferia da cidade. De acordo com a Delegacia de Investigações Gerais (DIG), a central foi usada pelo PCC para contatos com presídios de todo o Estado.A descoberta ocorreu por conta do levantamento das ações e dos militantes do PCC que o serviço de inteligência da Polícia Civil está fazendo em todo o Estado. A apreensão aconteceu na quinta-feira, 8.O responsável pela central, que não teve a identidade revelada, teria ligações com o PCC. Mas, ao chegar à casa, os policiais não encontraram o suspeito. Segundo a polícia, outras pessoas que estavam no local não foram presas porque a central estava desativada.Agora, a DIG vai pedir à Justiça o histórico das ligações feitas a partir dos telefones fixos para identificar os usuários da central. A polícia suspeita que, dos cinco celulares, dois sejam clonados, e desconfia que o suspeito, que continua sendo procurado, tenha montado outra central em outro bairro da cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.