Centro cirúrgico de clínica é lacrado no RJ

O centro cirúrgico da clínica One Day Clinic, no Humaitá, zona sul do Rio, foi lacrado pela Vigilância Sanitária do Estado, depois de uma vistoria que durou seis horas. No sábado, a arquiteta e diretora de projetos especiais da Fundação de Artes do Rio de Janeiro (Funarj), Anita Mantuano, de 48 anos, morreu em razão de complicações surgidas durante uma lipoaspiração, realizada nessa clínica. A clínica está proibida de realizar cirurgias plásticas porque não tem instalações adequadas. Anita sofreu embolia pulmonar, seguida de quatro paradas cardiorrespiratórias, e teve que ser transferida para outra clínica, a São José, também no Humaitá. A One Day não possui sala de recuperação anestésica com equipamentos de ressuscitação, o que contraria uma portaria do Ministério da Saúde baixada em 1994.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.