Cerca de 1 milhão de pessoas está sem água no Recife desde sexta-feira

Rompimento em adutora deve ser reparado até terça-feira

Solange Spigliatti, do estadão.com.br

03 de maio de 2010 | 09h24

Os trabalhos de reparo da principal adutora de abastecimento de água de Recife e região metropolitana, em Pernambuco, da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), continuam dentro do planejado, segundo estimativas da empresa. O rompimento na adutora ocorrido na tarde de sexta-feira, 30, deve deixar cerca de um milhão de pessoas sem o fornecimento de água até o fim da noite desta terça-feira, 4, segundo previsão da Compesa.

 

O problema foi identificado em um trecho de seis metros na principal adutora de água bruta do Sistema Integrado Tapacurá/Duas Unas, localizada no Sítio Pica Pau Amarelo, na BR-408, na entrada do município de São Lourenço da Mata. Para evitar danos nos restantes dos tubos acoplados à adutora, o Sistema Tapacurá foi paralisado em caráter emergencial, a partir de sábado.

 

A adutora, que tem 27 quilômetros de extensão, é feita de concreto e tem 1.600 mm de diâmetro. O sistema responde por 60% do abastecimento do Recife, 100% da cidade de Camaragibe e 26% de Jaboatão dos Guararapes.

Bairros

A paralisação afeta os bairros Boa Vista, Bongi, Derby, Cabanga, Coelhos, Cordeiro, Jardim São Paulo, Ilha Do Retiro, Ilha Do Leite, Mangueira, Paissandu, Mustardinha, Madalena, Benfica, San Martin, São José, Prado, Sancho, Torre, Torrões, Santo Antônio, Tejipió, Graças, Zumbi, Boa Viagem, Setúbal, Pina, Brasília Teimosa, Afogados, Imbiribeira e Areias.

Também causa problemas em Caxangá, Caçote, Barro, Engenho do Meio, Estância, Totó, Cavaleiro, Iputinga, Brasilit, Detran, Várzea, Vila Do Ipsep, Monsenhor Fabrício, Roda De Fogo, Coqueiral e Ibura (Recife) e Jaboatão Velho, Pacheco, Socorro, Sucupira e Curado I, II, III , IV e V ( Jaboatão dos Guararapes ) e em toda a cidade de Camaragibe.

A adutora sai da Barragem de Tapacurá, em São Lourenço da Mata, e segue até a Estação de Tratamento de Água Castelo Branco, no Curado. A adutora, que recebe água das barragens Tapacurá e das estações elevatórias de Castelo e Tiúma (Rio Capibaribe), transporta 2.800 litros de água por segundo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.