Cesar Maia admite grande probabilidade de vitória de Lula

O prefeito do Rio de Janeiro, Cesar Maia (PFL-RJ), aliado do candidato à Presidência Geraldo Alckmin (PSDB), praticamente reconheceu que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve ganhar as eleições. "A probabilidade maior é essa", afirmou. Segundo Maia, "estamos trabalhando com os institutos e, na pior das hipóteses (para Lula), são 15 pontos de diferença". Para Maia, o PSDB errou logo depois do primeiro turno ao esfriar a campanha. "Alckmin tinha que continuar a campanha e parou". De acordo com ele, o PSDB "fez uma projeção de cenário de que qualquer um ganharia do Lula", quando escolheu seu candidato. O prefeito falou também que Lula recompôs a base que teve no primeiro governo, em que houve várias denúncias envolvendo os partidos participantes, como o caso do mensalão. "Vai ser um governo estéril", afirmou.Aécio NevesO governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), afirmou que vai ser uma surpresa se as eleições mostrarem o resultado que as pesquisas estão indicando. "Não houve fato que explicasse isso", disse referindo-se a grande diferença de intenções de voto em Lula.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.