César Maia quer estado de Defesa no Rio

O prefeito do Rio de Janeiro, César Maia (PFL), disse hoje no Palácio da Cidade que vai pedir hoje ao presidente Fernando Henrique Cardoso que seja decretado o estado de defesa no Estado, conforme prevê o artigo 136 da Constituição Federal .César Maia acredita que o governo de Benedita da Silva (PT) não tem autoridade suficiente na área de segurança e, por isso, deve pedir auxílio ao governo federal. "Autoridade não é um ato formal, um documento. É um fato", disse o prefeito.Ele classificou o ataque nesta madrugada contra o prédio administrativo da Prefeitura como um ato de terrorismo. César Maia disse ainda que o governo tem que evitar que aconteça no Rio o mesmo que houve na Colômbia. Ele acredita que o ato foi de intimidação e não um ataque pessoal a ele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.