AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Cesar Maia quer força federal no combate ao crime no Rio

Na saída da audiência com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que durou cerca de 45 minutos, o prefeito reeleito do Rio de Janeiro, Cesar Maia, disse que vai pedir ao Ministério da Justiça que encontre um meio legal para que uma força federal possa ajudar a combater a violência no Estado. Segundo Maia, "há mais do que brecha na legislação". "Há razão para que isso aconteça. É uma necessidade transcendental", disse o prefeito, ao lembrar que a governadora do Rio se negou a oferecer quadros da polícia militar do Estado para integrar a Força Federal criada pela União para combater o crime organizado. Maia disse que não é o caso do Exército entrar nesta luta por que ele é composto de recrutas, enquanto que, na força federal, serão tropas treinadas pelo governo federal. O prefeito disse que Lula tinha conhecimento da grave situação do Rio e falou da sua preocupação no Estado. O presidente também teria lembrado que o Rio é a janela do Brasil para mundo, onde tudo que acontece tem uma repercussão muito grande.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.