CET cancela 1.840 multas por falha em equipamentos

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informou em nota divulgada nesta segunda-feira, 13, que vai desconsiderar as 1.732 multas de rodízio e 108 de excesso de velocidade registradas nos dias 15, 16 e 18 de outubro por falha nos relógios dos equipamentos que ainda não estavam programados para o horário de verão. De acordo com a CET, 11 lombadas eletrônicas espalhadas pela capital registraram as multas de forma irregular.Os equipamentos representam 11% das lombadas eletrônicas existentes. Os proprietários dos veículos autuados indevidamente serão comunicados que as respectivas multas serão canceladas diretamente pelo Órgão de Trânsito, sem a necessidade de interposição de recurso. Ainda segundo a CET, a empresa prestadora de serviços será penalizada conforme previsto no contrato de fiscalização de velocidade.A lombada instalada na Rua Major Paladino, próximo à Rua Policarpo da Cruz, sentido centro, apresentou problema nos dias 15 e 18 de outubro. Já nos dias 15 e 16 de outubro, as lombadas que apresentaram problemas foram: Viaduto Armando Puglisi, próximo à Praça Dom Orione; Rua Edgar Egídio de Souza, altura do número 303; Rua Capivani, próximo à Praça Fagundes Varela, sentido Pacaembu/Barra Funda; Avenida Professor Fonseca Rodrigues, próximo à Rua Ubiracica; Rua Cerro Corá, próximo à Rua Filipinas; Avenida São Gualter, altura do número 738; Rua Heitor Penteado, próximo à Avenida Doutor Arnaldo, sentido centro/bairro; Avenida IV Centenário, próximo à Rua Leiria; Rua Engenheiro Ranulfo Pinheiro de Lima, próximo à Rua Peçaba; e Rua Ribeiro Lacerda, próximo à Rua Francisca da Costa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.