CET pede que foliões usem metrô e ônibus no carnaval

Assim como as fantasias e os carros alegóricos, o esquema de trânsito para assistir aos desfiles do carnaval no Sambódromo do Anhembi foi pensado com meses de antecedência. O público deve ficar atento às interdições planejadas pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). "Está prevista a presença de 40 a 60 mil pessoas no carnaval e o estacionamento tem 7 mil vagas. Por isso, pedimos que as pessoas usem o metrô e os ônibus", disse o gerente de operações da CET, Roberto Kyono, responsável pelo esquema de trânsito da região do Sambódromo durante o carnaval. O folião terá de desembolsar R$ 20 para estacionar no Anhembi. Há outras 4 mil vagas espalhadas em estacionamentos próximos ao Sambódromo. Ir de metrô para a festa do Carnaval, no entanto, é a melhor opção. A distância entre a estação Tietê e o Anhembi é de 1.500 metros. "O paulistano deve evitar a região também por causa da saída para o feriado prolongado", recomendou Kyono.

Agencia Estado,

21 Fevereiro 2006 | 09h09

Mais conteúdo sobre:
carnaval carnaval 2006

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.