CET suspende rodízio a partir de 2ªF

Sexta-feira é o último dia do rodízio municipal de veículos em 2002. A partir de segunda-feira, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) vai suspender a restrição à circulação de veículos no centro expandido de São Paulo. A operação será retomada no dia 20 de janeiro, uma segunda-feira. A CET determinou a suspensão por causa das férias escolares e das festas de fim de ano.Nesse período, estima-se que de 350 mil a 400 mil veículos deixem de circular nas ruas da capital. A frota circulante em São Paulo está estimada em cerca de 5,2 milhões de automóveis. "Muitos pais aproveitam esse período para também sair de férias", diz o engenheiro Roberto Kyono, gerente de tráfego da CET.Com isso, a redução de viagens na malha viária paulistana ocorre de duas maneiras: os alunos que iam e voltavam da escola e muitos profissionais que deixam de ir ao trabalho. Este é o segundo ano em que a CET antecipa a volta do rodízio para o fim de janeiro. Até 2001, a restrição só era retomada em fevereiro, com o início do ano letivo. Desde 2000, o rodízio não é suspenso em julho, também mês de férias escolares.A alegação para essas medidas é o aumento da frota paulistana, que cresce em cerca de 200 mil veículos anualmente. O rodízio é adotado desde 1997 na área circundada pelas Marginais do Pinheiros e do Tietê, Avenidas Salim Farah Maluf, Luís Inácio de Anhaia Melo, Juntas Provisórias, Tancredo Neves e Túnel Maria Maluf. A cada dia da semana, dois finais de placa são proibidos de circular nessa área, das 7 às 10 horas e das 17 às 20 horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.