CET volta a suspender rodízio em SP

A Companhia de Engenharia de Tráfego suspendeu mais uma vez o rodízio municipal de veículos, em razão da greve do Metrô de São Paulo que continua nesta terça-feira. Os veículos com placas 3 e 4 podem circular normalmente no centro expandido da cidade. A circulação de veículos nas faixas solidárias está liberada, mas os carros não podem trafegar nos corredores exclusivos de ônibus e outras faixas exclusivas. Está suspenso também o sistema de Zona Azul.Ainda por motivo da greve dos metroviários, as principais linhas de ônibus que servem às estações do Metrô continuam sendo prolongadas até o centro da capital. A determinação foi feita pela SPTrans (São Paulo Transportes) desde ontem, quando começou a paralisação.Setenta e sete linhas que servem a Zona Leste, com ponto final no Parque Dom Pedro II, Largo da Concórdia, Penha e Tatuapé, vão ser prolongadas até as proximidades da estação Sé. Seis linhas da Zona Oeste seguem até o Largo do Arouche. Na Zona Norte, 33 linhas seguem na direção do Túnel Tom Jobim e Parque da Luz. As linhas de ônibus que não passam próximo a estação do Metrô ficam inalteradas.Em relação à circulação de trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM ), as composições não irão parar nas plataformas das estações Itaquera e Tatuapé, por motivo de segurança, pois muitos usuários do Metrô tentaria entrar nas estações da CPTM, provocando tumulto. Houve reforço na Linha E - Brás/Mogi das Cruzes - e também na linha F - Brás/Calmon Vianna. O número de trens também foi aumentado.Alckmin joga duro e Metrô retira proposta

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.