CGM persegue ladrões e apreende arma e droga

O que começou com a perseguição de guardas civis metropolitanos a dois ladrões de auto, na zona Leste da cidade, resultou na apreensão de uma submetralhadora sem marca, réplica de uma Uzi, e de cerca de dois quilos de maconha. Os criminosos fugiram e vizinhos da casa, à Rua Gil de Siqueira, 51, em Guaianazes, onde estava a arma e a droga, afirmam desconhecê-los.Um mecânico de bicicletas estava em seu auto Corsa, na Cohab Juscelino Kubitschek, por volta das 21h00 de sexta-feira, e parou num praça para telefonar, em um "orelhão". Foi quando surgiram dois marginais armados que exigiram a chave do carro. Assim que eles partiram, o mecânico pediu carona a um motoqueiro e ambos seguiram os criminosos à distância. Depois de verem o veículo entrar na garagem da casa, a vítima ficou vigiando nas proximidades, enquanto o dono da moto partia. Ele avistou uma guarnição da GCM e avisou sobre o ocorrido. Com informações do proprietário do Corsa, cerca de 20 minitos depois, os guardas foram àquela casa, de onde os ladrões já haviam fugido.Além do carro da vítima, foram encontradas na casa a submetralhadora e a droga. Enquanto o caso era apresentado no 44º DP - Guaianazes, chegou a informação de que os criminosos haviam invadido a casa 437 da mesma rua e feito refém uma família inteira. A casa foi cercada mas a invasão não foi confirmada. O delegado Emílio Carlos Pernambuco instaurou inquérito. Encaminhou a arma ao Instituto de Criminalística e a droga ao IML. O auto foi devolvido a seu proprietário. Há a hipótese de que a submetralhadora e o carro seriam usados para a prática de seqüestro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.