Chacina deixa 8 mortos da mesma família no Maranhão

Oito pessoas de uma mesma família foram encontradas mortas na manhã de ontem, em um assentamento próximo do município de Zé Doca, no interior do Maranhão, a 318 quilômetros de São Luís. Elas foram executadas com facada e pauladas na manhã de segunda-feira. Além de um homem e três mulheres, entre as vítimas estão quatro crianças.A polícia suspeita de um crime de latrocínio, uma vez que a família, com patrimônio estimado em R$ 20 mil, estava vendendo todos os bens para se mudar para o Estado de Roraima. Além disso, as bolsas das vítimas foram encontradas todas vazias. A polícia de Zé Doca acredita que os assaltantes tentaram impedir a identificação dos corpos. No cenário do crime, também foram encontrados baldes de roupa lavada ainda por torcer e redes amarradas, dando a impressão de que as vítimas foram surpreendidas. Os mortos foram identificados como Jonas Lira de Oliveira (pai), Edivan de Araújo Silva (mãe), Francisca Maria de Araújo Silva (cunhada), Dulcirena de Araújo Silva (filha) e as crianças, Brenda, de 10 anos, Silmara, de 11, Mateus, de 6, e Jonas Filho, de 2 anos. Uma equipe do Instituto Médico Legal de São Luís está a caminho do povoado para fazer a perícia e a remoção dos corpos.Três pessoas já foram detidas para averiguação, mas os nomes não foram informados. Há um clima de revolta no município e teme-se que qualquer informação sobre suspeitos motive uma execução.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.