Chacina deixa quatro mortos em Ribeirão Pires, na Grande SP

Quatro pessoas foram baleadas por volta da 1 hora da madrugada desta quarta-feira, 21, em uma edícula do bairro de Rancho Alegre, próximo ao Km 53 da Rodovia Índio Tibiriçá, em Ribeirão Pires, região metropolitana de São Paulo. As vítimas, quatro jovens que chegaram no dia 4 de fevereiro vindo da região Nordeste do País, foram amarrados pelos atiradores. Duas das vítimas são irmãos. Cleílson Vieira da Silva e Cleison Vieira da Silva. Os outros dois baleados foram identificados apenas como Marcelo e Luiz Cesário, e seriam amigos dos dois irmãos. Dois morreram no local e os outros dois foram encaminhadas ao Pronto-Socorro do Hospital Municipal de Clínicas Dr. Radamés Nardini, em Mauá, cidade vizinha, onde também não resistiram aos ferimentos. Os tiros teriam sido disparados por ocupantes de um Gol branco, carro com o qual os criminosos chegaram e depois fugiram.

Agencia Estado,

21 Fevereiro 2007 | 07h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.