Chacina em escola deixa cinco mortos na baixada fluminense

Cinco homens foram assassinados na noite de sábado, 3, em uma escola de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. O delegado Fábio Pacífico Marques, titular da 58.ª Delegacia de Polícia, afirmou acreditar que um grupo de extermínio tenha sido responsável pela chacina."A possível motivação é entorpecentes, mas ainda é muito cedo para dar uma posição final", disse o delegado. Por volta das 22 horas, pelos menos oito pessoas armadas e encapuzadas invadiram o Centro Integrado de Educação Pública (Ciep) Cacilda Becker, no bairro Miguel Couto.Testemunhas ouvidas pela polícia disseram que as vítimas jogavam bola. Outras afirmaram que eles fumavam maconha.Segundo parentes, o grupo costumava se reunir às tardes de sábado na quadra da escola para jogar futebol. "Eles poderiam até estar jogando bola. Vamos investigar a linha de entorpecentes como motivação para o crime. Três tinham antecedentes criminais, dois por besteira e um por tráfico de drogas", informou o delegado. Segundo moradores, quando os criminosos chegaram era realizada uma festa de aniversário no local. Policiais militares do 20.º Batalhão encontraram os corpos espalhados no pátio do centro educacional.Os corpos de Reginaldo Melo da Silva, de 24 anos, e Jacinaldo Mendes da Silva, de 30, seriam enterrados no sábado, no Cemitério Municipal de Nova Iguaçu. Também foram assassinados Wilson Araújo de Andrade, de 17, Carlos Eduardo Silva, de 25, Rafael Gomes Pereira, de 22. Os corpos das três vítimas permaneciam no Instituto Médio-Legal de Nova Iguaçu até o fim da tarde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.