Chacina na zona norte de SP tem seis mortos e um ferido

Seis jovens foram mortos e um sobreviveu em uma chacina registrada na capital paulista. Essa é o terceiro crime do mesmo tipo ocorrido neste ano somente na cidade de São Paulo. Todos aconteceram na zona norte. Eram 20h30 de quinta-feira, quando quatro homens vestidos de pretos, todos protegidos com coletes balísticos, saíram de um automóvel escuro e atiraram contra sete jovens, entre eles quatro adolescentes. A matança ocorreu em frente a uma escadaria e na porta de um bar, locais por onde as vítimas estavam distribuídas, no Parque Tietê. Após atirarem contra o grupo que estava sentado na escadaria e contra os demais, os criminosos fugiram. Uma testemunha chegou a dizer a policiais militares que no carro ocupado pelos atiradores havia um emblema da Polícia Civil, mas tal informação não consta em boletim de ocorrência registrado no 72º Distrito Policial, de Vila Penteado. Baleadas na cabeça e no peito, as vítimas foram encaminhadas ao pronto-socorro do Hospital de Vila Nova Cachoeirinha, onde apenas Leandro Siqueira, de 19 anos, segue vivo. Morreram: Ewerton Damião Silva de Freitas, de 19 anos, Rafael Jesus da Rocha, de 20 anos, Douglas Ribeiro Francelino, 17 anos, Francisco Itamar Lima da Silva, 17 anos, Antonio Elias Lima da Silva e Robson de Oliveira Novaes, de 16 anos. Nenhuma das vítimas possuía passagem pela polícia, que não sabe informar por enquanto se por trás do crime possa haver algum grupo de extermínio. Outras chacinas Na madrugada da última quarta-feira, outros três adolescentes foram mortos na saída de uma viela, na Favela da Paz, no bairro do Limão, também na zona norte. O crime foi registrado no 40º Distrito Policial, de Vila Santa Maria. Em depoimento, os parentes das vítimas afirmaram que os três jovens tinham sido recrutados pelo tráfico da favela. Nenhum, porém, tinha passagem pela Fundação Casa, antiga Febem. A primeira chacina do ano ocorreu na região de Vila Gustavo e foi registrada no 39º Distrito Policial, segundo informações do delegado Luiz Fernando Teixeira, titular da Delegacia Especializada em Chacinas, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Matéria alterada às 4h12 e às 6h36, para acréscimo de informação

Agencia Estado,

02 Fevereiro 2007 | 00h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.